Home Sobre o Médico Consentimento Informado Mucosectomia
BALÃO GÁSTRICO PARA TRATAMENTO DE OBESIDADE

Atualmente, com a proibição pela ANVISA de muitos inibidores do apetite a base de anfetaminas e também por ser a escolha do método cirúrgico (cirurgias bariátricas) um procedimento irreversível, o Balão Intragástrico (BIB) passou a ser uma alternativa para aqueles que querem perder peso de forma menos invasivas e conservadora.


Balão Gástrico

Balão Gástrico


O balão intragástrico, ou balão gástrico é uma técnica que consiste na colocação de um balão no interior do estômago para ocupar parte do espaço do estômago e levar a pessoa sentir-se saciado com menor volume de comida, facilitando a perda ponderal e auxiliando nas mudanças de hábitos alimentares que levaram a situação de excesso de peso.

Balão Gástrico

Balão de Volume Fixo


Foi projetado para provocar uma sensação de saciedade precoce e diminuir a capacidade do reservatório gástrico, devido ao seu volume e ao seu peso, diminuindo com isso o consumo de alimentos e facilitando a adaptação a uma dieta hipocalórica, associada a uma mudança na rotina de vida, incluindo atividade física.


Pacientes que usam o balão estão capacitados a uma alimentação normal, especialmente líquido e dietas programadas, mas limitadas em quantidade, não em qualidade, por esse motivo devem ter orientação nutricionional adequada capacitado-o a conduzir um tratamento mais eficaz e confortável.



O BALÃO


Trata-se de prótese de silicone, material inerte e resistente, que não interage com a mucosa do estômago, não provocando reações adversas ou complicações durante sua permanência.


O mesmo é colocado vazio sob controle de endoscopia e após posicionado no local correto é preenchido com soro fisiológico corado com azul de metileno, este corante serve para sinalizar um eventual vazamento da prótese. O corante eliminado através da urina sinaliza o vazamento, definindo a necessidade da retida imediata do mesmo.


Este procedimento é bastante rápido e feito com sedação e, por isso, não é necessário ficar internado.


Os balões gástricos devem ser removidos no tempo recomendado pelo fabricante, 6 ou 12 meses. Nesse tempo, pode levar até à perde de cerca de 13% do peso inicial.


Balão Gástrico

Balão Gástrico Ajustável


Um dos balões intragástricos que possuem a possibilidade de permanecer dentro do estômago por 12 meses, possui a característica de ser ajustável, podendo diminuir seu volume quando os efeitos colaterais, tais como vômitos, que não são controláveis com medicamentos, ou nos pacientes onde o efeito de provocar a saciedade diminui aumenta-se o volume do mesmo. Os ensaios clínicos mostram que com este tipo de balão é possível perda adicional de 7 a 12 kg após o ajuste de volume para maior.



INDICAÇÕES


  • Indicado para pessoas com IMC (índice de massa corpórea) superior a 27 e com doenças associadas como pressão alta ou diabetes.
  • Nos pacientes com IMC acima de 35, refratários ao tratamento clínico, que apresentam contraindicações para o tratamento cirúrgico ou não aceitam o tratamento cirúrgico e apresentam doenças associadas à obesidade.
  • Pacientes com IMC menor que 35 que apresentam doenças secundárias à obesidade ou refratários ao tratamento clínico habitual por um período superior a três anos, contraindicação de drogas utilizadas no tratamento clínico ou doenças secundárias ao tratamento medicamentoso (hipotiroidismo secundário, distúrbios psiquiátricos drogadependente).
  • IMC menor que 35 e maior que 27 para fins estéticos.
  • Preparo e seleção de pacientes com obesidade extrema (IMC > 50), para cirurgia de restrição gástrica (BIB teste).
  • Redução do risco anestesiológico (cirurgia bariátrica, cirurgia geral, cirurgia ortopédica, cirurgia cardiovascular, dispneia de decúbito, apneia do sono, etc).
  • Redução do risco cirúrgico (IMC extremo com doenças associadas).
  • Redução do risco clínico de doenças crônicas graves ou que causem invalidez.
  • Qualquer condição clínica que provoque lenificação do metabolismo (ex: hipotireoidismo) com dificuldade de perda de peso e facilidade de ganho, em pacientes com IMC acima de 27.
  • Infertilidade e dificuldades para engravidar onde a obesidade configura com fator de dificuldade de sucesso.
  • Obesidade infantil quando o balão é indicado por pediatras.
  • Obesidade causada por gestações repetidas.

  • Balão Gástrico

    Implantando Balão Gástrico


    CONTRA-INDICAÇÕES RELATIVAS


  • Dependência ativa de álcool ou drogas
  • Úlcera gástrica ou duodenal em fase ativa
  • Uso crônico de anticoagulantes sem possibilidade de interrupção
  • Doenças do colágeno
  • Doença inflamatória intestinal em atividade (Crohn, RCUI)
  • Hérnia hiatal > que 5 cm
  • Idade avançada (> 70 anos)
  • HIV +
  • Balão Gástrico

    Balão Implantado


    CONTRA-INDICAÇÕES ABSOLUTAS


  • Uso crônico de A.I.N.Es (anti-inflamatórios não esteroides)
  • Cirrose Hepática
  • Insuficiência Renal Crônica dialítica
  • Gravidez
  • A.I.D.S.
  • Cirurgia prévia de hérnia hiatal, válvula antirefluxo, gastroplastias redutoras
  • Qualquer cirurgia gástrica prévia


  • TÉCNICA DE COLOCAÇÃO DO BALÃO


    O paciente é submetido a uma sedação semelhante ao de um procedimento de endoscopia digestiva, talvez um pouco mais profunda que aquela, sendo normal não se lembrar de nada do procedimento após a sua realização (efeito amnéstico).

    O médico monitora a sua função cardíaca e respiratória, proporcionando conforto e segurança ao paciente durante todo o procedimento de colocação do balão.

    O volume de líquido dentro do balão não está relacionado a quantidade de peso a se perder e sim a anatomia gástrica de cada paciente. Em adultos, normalmente, é necessário entre 600 e 800 ml de solução para preenchimento satisfatório do balão.

    Após a colocação, o balão é preenchido com soro fisiológico, reduzindo o espaço interno do estômago, induzindo a saciedade precoce.

    Ao lado, foto ilustra uma simulação da Técnica de Colocação do Balão Intragástrico.



    PREPARO PARA A COLOCAÇÃO DO BALÃO GÁSTRICO

    Antes do procedimento o paciente comparecea uma consulta com o profissional que irá realiza-lo, o mesmo fará avaliação da indicação, possíveis riscos e nesse momento todas as dúvidas que porventura que o mesmo possua deverão ser escalrecidas. Como a colocação do balão é feita guiada por endosocpia, torna-se necessário jejum de 10 horas (inclusive de água) antes do procedimento. Deverá vir sempre acompanhado pois após o mesmo não poderá retornar a sua residência sozinho.



    PREPARO E TÉCNICA DE RETIRADA DO BALÃO


    O paciente que vai se submeter a Retirada do Balão Gástrico deve fazer dieta líquida na véspera do procedimento (o balão retarda o esvaziamento do estômago) e comparecer ao Serviço em jejum de 10 horas, inclusive de água, sempre acompanhado pois após o exame, se houver aplicação de sedativos o mesmo não poderá retornar a sua residência desacompanhado.

    Para retirada do BIB a prótese é desinflada com instrumento específico para cada modelo e com pinça especial a mesma é retirada do interior do estômago.

    Após cessarem os efeitos da sedação o paciente é liberado para a residência sem qualquer restrição quanto a alimentação, devendo porém não dirigir automoveis, ou operar máquinas que possam representar perigo por 6 horas devido ao efeito residual dos medicamentos sedativos utilizados.

    Qualquer incomodo ou sintoma incomodo ou sintoma incomum deverá ser comunicado ao profissional responsável imediatamente.

    Balão no Estômago

    Balão no Estômago

    Consentimento Informado Para Balão Gástrico